diversidade

diversidade

Data

13/08/2021

Tempo de Leitura

5 minutos

Dicas da Semana – A inclusão começa por você 13/08/2021

Dicas da Semana – A inclusão começa por você 13/08/2021

Data

13/08/2021

Tempo de Leitura

5 minutos

Temos datas importantes na luta pela Diversidade e Inclusão para serem celebradas no mês de Agosto:

No último dia 07 comemoramos a Data de Promulgação da Lei Maria da Penha.  A Lei Maria da Penha é uma lei distrital brasileira, cujo objetivo principal é estipular punição adequada e coibir atos de violência doméstica contra a mulher. Desde a sua publicação a lei é considerada pela Organização das Nações Unidas como  uma das três melhores legislações do mundo no enfrentamento à violência contra as mulheres.

09 de Agosto – Dia Internacional dos Povos Indígenas – Criado em 1995, o Dia Internacional dos Povos Indígenas busca garantir autodeterminação e os direitos humanos às diversas etnias indígenas do planeta.

Dia Internacional da Juventude é celebrado anualmente em 12 de agosto. O principal objetivo desta data é focar na educação e conscientização dos jovens sobre a responsabilidade que assumem como representantes do futuro do planeta.

Celebrado em 25 de agosto, desde 2012, o Dia Nacional de Educação Infantil  promove a reflexão sobre a importância da educação infantil que abrange crianças de 0 a 6 anos de idade,  pois é o primeiro passo da educação básica e tem como objetivo o desenvolvimento pleno da criança como ser humano. O período da primeira infância é crucial para a evolução dos aspectos físicos, intelectuais, psicológicos e sociais.

29 de Agosto  é o Dia Nacional da Visibilidade Lésbica – foi criado por ativistas lésbicas e dedicado à data em que aconteceu o 1º Senale (Seminário Nacional de Lésbicas), ocorrido em 29 de agosto de 1996, no Rio de Janeiro, e que teve como eixo de discussão o tema: “Visibilidade, Saúde e Organização”.  

A sociedade brasileira, principalmente a carioca, sofreu um impacto significativo. A mídia reagiu promovendo vários debates sobre o tema e, desde então, o dia 29 de agosto passou a representar um marco na luta das lésbicas pela visibilidade de seus direitos e posicionamento na sociedade como mulher e gay, enfrentando não apenas a homofobia, lesbofobia, mas também a misoginia.

Lembre-se: a diferença está no detalhe, empatia é fundamental e sempre é tempo de mudarmos nossa forma de pensar e agir.

Aguarde, na próxima sexta-feira, mais dicas para você.

Conteúdos relacionados

...
12/08/2022
Podcast 710 – Diego Escosteguy: Os desafios do jornalismo na era da economia da atenção 

De uns anos para cá, a imprensa tradicional passou por mudanças significativas, como a...

...
12/08/2022
Dicas da Semana – A inclusão começa por você 12.08.2022

Hoje separamos algumas dicas de livros bem divertidos, que falam sobre diversidade, com uma...

Quer saber mais?

Cadastre-se para receber informações sobre nossos fundos