Estamos mudando de site!
Para navegar no site antigo ou ver nossa lista de fundos: Acesse aqui

artigos

Gêneros e sua diversidade na sociedade – A inclusão começa por você

A cada ano que passa, a importância de celebrar e promover a inclusão em diversos âmbitos se torna cada vez mais evidente e apesar de ser uma discussão recente, a diversidade de gênero é um tema tão antigo quanto a própria humanidade.

A cada ano que passa, a importância de celebrar e promover a inclusão em diversos âmbitos se torna cada vez mais evidente e apesar de ser uma discussão recente, a diversidade de gênero é um tema tão antigo quanto a própria humanidade.

Nós acreditamos que o conhecimento é a chave para desenvolver o respeito pelas outras formas de viver e existir, por isso hoje, a dica é sobre alguns termos:

Trans?  Travesti?  Cis?  Quando uso?

Para pessoas que não são trans ou que não convivem com elas em sua rotina diária, pode parecer estranho ou contraintuitivo o uso de tantos termos e distinções. É importante entender o que cada termo significa e, ainda mais, as razões pelas quais eles foram instituídos, por isso a importância de falar sobre a diversidade de gênero na sociedade.

O termo transgênero, ou apenas trans, é utilizado para categorizar pessoas que não se identificam com o gênero que lhes foi atribuído no momento de seu nascimento. Já no caso das pessoas cisgênero, ou cis, elas acabam se identificando com o passar do tempo com as convenções de gênero atribuídas a elas desde o começo.

Simplificando: uma pessoa que nasce com características biológicas do sexo masculino e é classificada como menino, mas que, com o passar dos anos, entende que se identifica como uma mulher é uma mulher trans; o oposto é o homem trans. Há também as pessoas não-binárias, que não se identificam especificamente com os gêneros masculino ou feminino, que também são pessoas que fogem da lógica da cisgeneridade.

O termo “travesti” surge em países latino-americanos como o Brasil para identificar mulheres transgênero que expressam as mais diversas formas de feminilidade. O termo, utilizado historicamente de maneira pejorativa, tem sido ressignificado pela comunidade LGBTQIA+, especialmente em movimentos políticos, com o objetivo de trazer dignidade para esta parcela da sociedade.

Lembre-se: a diferença está no detalhe, empatia é fundamental e sempre é tempo de mudarmos nossa forma de pensar e agir.

Aguarde, na próxima sexta-feira, mais dicas para você.

Rio Bravo Investimentos

Gosotu desse conteúdo sobre diversidade de gênero e seus grupos? Aqui na Rio Bravo você pode ter acesso os mais variados conteúdos e serviços disponíveis. Acesse a Órbita e fique por dentro dos nossos conteúdos! Além disso, você pode conhecer e acompanhar os nossos principais produtos, em dados e análisesinforme de rendimentos entre outros assuntos voltados para investimentos e finançasEntre em contato!

Conteúdos relacionados

O Transtorno do Espectro Autista (TEA) – A inclusão começa por você
12/04/2024
O Transtorno do Espectro Autista (TEA) – A inclusão começa por você

Celebrado no dia 2 de abril, o Dia Mundial do Autismo é um dos temas mais importantes e atuais...

Podcast 797 – Tiago Brito: A estratégia da LedWave para os novos canais de mídia no varejo
12/04/2024
Podcast 797 – Tiago Brito: A estratégia da LedWave para os novos canais de mídia no varejo

Referência nas tecnologias em LED no país, a LedWave realizou o maior case nacional do segmento...

Quer saber mais?

Cadastre-se para receber informações sobre nossos fundos