diversidade

diversidade

Data

31/05/2022

Tempo de Leitura

5 minutos

Dicas da Semana – a inclusão começa por você

Dicas da Semana – a inclusão começa por você

Data

31/05/2022

Tempo de Leitura

5 minutos

Temos datas importantes na luta pela Diversidade e Inclusão a serem celebradas no mês de junho:

12 de junho – Dia Mundial Contra o Trabalho Infantil

Foi instituído pela OIT em 2002, ano da apresentação do primeiro relatório global sobre o trabalho infantil na Conferência Internacional do Trabalho. Desde 2002 a OIT convoca a sociedade, os trabalhadores, os empregadores e os governos do mundo todo a se mobilizarem contra o trabalho infantil.

15 de junho – Dia Mundial de Conscientização da Violência contra o Idoso

Declarada pela Organização das Nações Unidas (ONU) e pela Rede Internacional de Prevenção à Violência à Pessoa Idosa, em 2006, a data busca conscientizar a sociedade da existência da violência contra esse público e prevenir novos casos.  No Brasil, o Estatuto do Idoso (Lei 10.741, de 2003) considera violência contra o idoso

20 de junho, desde 2001, o Dia Mundial do Refugiado

É uma data para a reflexão sobre a situação em que se encontram pessoas forçadas a abandonar seus países de origem devido a perseguições, conflitos armados e crises humanitárias

28 de Junho é o Dia Internacional do Orgulho LGBTQIA+

Essa data tem o principal objetivo de conscientizar a população sobre a importância do combate à homofobia para a construção de uma sociedade livre de preconceitos e igualitária, independente do gênero sexual. Também conhecido como simplesmente Dia do Orgulho Gay, é um reforço para lembrar a todos os gays, lésbicas, bissexuais e pessoas de outras identidades de gênero, que todos devem se orgulhar de sua sexualidade e não sentir vergonha da sua orientação sexual.

A Origem da data: O ano era 1969 em Nova York, quando o bar Stonewall Inn, no East Village, era ponto de encontro do público LGBT em sua maioria e era alvo da polícia, pois não tinha licença para vender bebidas alcóolicas. Naquele ano, os policiai fizeram mais uma revista ao bar, o que deu início a uma série de agressões, incluindo funcionários e clientes LGBT. Após seis meses do ocorrido, surgiram as primeiras manifestações LGBT.  Aqui no Brasil, o orgulho da Parada, teve início em 1997.

Você com certeza já viu essa bandeira arco-íris por aí. Ela foi criada por Gilbert Baker, em 1978, para o Dia de Liberdade Gay de São Francisco (Califórnia/EUA). Foi no evento, tido como o precursor da Parada do Orgulho LGBT atual, que as oito cores foram apresentadas ao mundo. Sim, oito cores! Acontece que o modelo inicial da bandeira era um pouco diferente daquele que hoje tem seis faixas coloridas e é amplamente conhecido.

O objetivo de Baker ao criar a bandeira era transmitir a diversidade e a inclusão do movimento LGBT. Além disso, ele buscava afirmar que a sexualidade é algo natural, um direito humano. Por isso o arco-íris foi escolhido como inspiração:

Lembre-se: a diferença está no detalhe, empatia é fundamental e sempre é tempo de mudarmos nossa forma de pensar e agir.

Aguarde, na próxima sexta-feira, mais dicas para você.

Conteúdos relacionados

...
12/08/2022
Podcast 710 – Diego Escosteguy: Os desafios do jornalismo na era da economia da atenção 

De uns anos para cá, a imprensa tradicional passou por mudanças significativas, como a...

...
12/08/2022
Dicas da Semana – A inclusão começa por você 12.08.2022

Hoje separamos algumas dicas de livros bem divertidos, que falam sobre diversidade, com uma...

Quer saber mais?

Cadastre-se para receber informações sobre nossos fundos