Estamos mudando de site!
Para navegar no site antigo ou ver nossa lista de fundos: Acesse aqui

artigos

Dicas da Semana – A inclusão começa por você 26/05/2023

A inclusão das pessoas com deficiência em nosso cotidiano é o temo da nossa dica da semana. São muitas as dificuldades e desafios diários enfrentadas por essas pessoas em seu dia a dia, que muitas vezes passam despercebidos. É importante que saibamos como podemos auxiliá-las e nos portar de maneira adequada, demonstrando empatia e respeito.

De acordo com o IBGE, aproximadamente 25% da população brasileira, ou seja, cerca de 45 milhões de pessoas, possuem algum tipo de deficiência. Entre as principais categorias de deficiência, temos:

Deficiência visual: Cerca de 3,6 milhões de pessoas têm algum grau de deficiência visual, sendo que 582 mil são cegas e 2,4 milhões possuem grande dificuldade para enxergar, mesmo com o uso de óculos ou lentes de contato.

Deficiência auditiva: Aproximadamente 10,7 milhões de pessoas possuem algum grau de deficiência auditiva. Dentre elas, 2,7 milhões têm grande dificuldade ou são completamente surdas.

Deficiência motora: Estima-se que cerca de 13,2 milhões de pessoas possuam alguma limitação motora, que pode afetar a locomoção e o controle dos movimentos do corpo.

Esses dados nos mostram a importância de promover a inclusão e garantir que as pessoas com deficiência tenham igualdade de oportunidades no mercado de trabalho e na sociedade como um todo. Aqui estão algumas dicas que podem fazer a diferença:

Ofereça ajuda, mas pergunte primeiro: Se perceber que alguém com deficiência pode precisar de assistência, ofereça sua ajuda de maneira educada e respeitosa. No entanto, lembre-se de perguntar primeiro se a pessoa deseja ou precisa de ajuda, pois nem todas as pessoas com deficiência desejam ou necessitam de assistência constante.

Comunique-se claramente: Ao conversar com alguém com deficiência auditiva, fale de forma clara e pausada, permitindo que eles leiam seus lábios, se necessário. Evite falar muito alto ou de forma exagerada, a menos que seja solicitado.

Seja inclusivo nas atividades sociais: Ao planejar eventos ou atividades no local de trabalho, considere a acessibilidade e as necessidades das pessoas com deficiência. Certifique-se de que o local seja acessível e que todas as informações sejam disponibilizadas em formatos alternativos, se necessário.

Esteja aberto ao aprendizado: Todos nós podemos aprender mais sobre as diferentes deficiências e as melhores formas de interagir e apoiar as pessoas com deficiência. Esteja aberto ao aprendizado contínuo, ouça histórias e experiências pessoais, participe de treinamentos e workshops sobre inclusão e diversidade.

Evite assumir limitações: Evite fazer suposições sobre as habilidades ou limitações de uma pessoa com deficiência. Cada pessoa é única e possui diferentes habilidades e talentos. Em vez disso, esteja disposto a aprender sobre suas habilidades e como elas podem contribuir de forma significativa.

Lembre-se: a diferença está no detalhe, empatia é fundamental e sempre é tempo de mudarmos nossa forma de pensar e agir.

Aguarde, na próxima sexta-feira, mais dicas para você.

Conteúdos relacionados

As “Incentivadas” seguem firmes e fortes, e as “de infraestrutura”?
20/05/2024
As “Incentivadas” seguem firmes e fortes, e as “de infraestrutura”?

Todo alocador conhece os benefícios básicos de uma carteira bem diversificada, claro que...

Podcast 802 – Vivian Rio Stella: O que a comunicação diz sobre a cultura das empresas
17/05/2024
Podcast 802 – Vivian Rio Stella: O que a comunicação diz sobre a cultura das empresas

Na Unicamp, a trajetória de Vivian Rio Stella sempre seguiu a linha reta da pesquisa acadêmica:...

Quer saber mais?

Cadastre-se para receber informações sobre nossos fundos