Estamos mudando de site!
Para navegar no site antigo ou ver nossa lista de fundos: Acesse aqui

artigos

Dicas da Semana – A inclusão começa por você 26/11/2021

Para finalizar ao Mês da Consciência Negra, separamos alguns livros inspiradores:

Enciclopédia Negra: Biografias Afro-Brasileiras – Os autores Flávio dos Santos Gomes, Jaime Lauriano e Lilia Moritz Schwarcz passam em revista a história do Brasil, da colonização aos dias atuais, a fim de restabelecer o protagonismo negro. E o fazem alcançando o que há de singular, multifacetado e profundo na existência particular de mais de quinhentos e cinquenta personagens.

Mulheres Negras do Brasil   Esta edição condensada da história das mulheres negras brasileiras preenche uma lacuna na formação dos estudantes de Ensino Médio. O livro explica a contribuição das mulheres negras na formação da identidade nacional. Ocultadas pela historiografia oficial, as mulheres negras têm aqui a evidência que merecem e que os estudiosos contemporâneos confirmam: elas foram, sim, protagonistas na construção do país. A participação no movimento negro no Brasil nas últimas décadas e a atuação na vida cultural são exemplos das lutas que as mulheres negras continuam travando para ocupar seu lugar digno na sociedade.

Uma história não Contada – O racismo à brasileira – especialmente o racismo à paulista e, ainda mais especialmente, à paulistana – é o tema desse livro. Vai-se ver, pela história não contada, um outro enfoque para questões antigas ou problemas não resolvidos sobre a história das relações raciais e da trajetória do negro no pós-abolição.

A autobiografia de Martin Luther King – Um dos maiores símbolos da luta por igualdade, justiça e paz da humanidade, Martin Luther King liderou uma revolução que mudou os Estados Unidos e influenciou o mundo inteiro. Por sua política de resistência e transformação social através da não violência, recebeu o Prêmio Nobel da Paz em 1964. Com base em arquivo inédito de textos autobiográficos do próprio King, incluindo cartas e diários não publicados, assim como filmes e gravações, Clayborne Carson – historiador da Universidade Stanford e diretor do Martin Luther King Jr. Research and Education Institute – cria um inesquecível retrato em primeira pessoa do grande líder.

Lembre-se: a diferença está no detalhe, empatia é fundamental e sempre é tempo de mudarmos nossa forma de pensar e agir.

Aguarde, na próxima sexta-feira, mais dicas para você.

Conteúdos relacionados

As “Incentivadas” seguem firmes e fortes, e as “de infraestrutura”?
20/05/2024
As “Incentivadas” seguem firmes e fortes, e as “de infraestrutura”?

Todo alocador conhece os benefícios básicos de uma carteira bem diversificada, claro que...

Podcast 802 – Vivian Rio Stella: O que a comunicação diz sobre a cultura das empresas
17/05/2024
Podcast 802 – Vivian Rio Stella: O que a comunicação diz sobre a cultura das empresas

Na Unicamp, a trajetória de Vivian Rio Stella sempre seguiu a linha reta da pesquisa acadêmica:...

Quer saber mais?

Cadastre-se para receber informações sobre nossos fundos