diversidade

diversidade

Data

27/05/2022

Tempo de Leitura

5 minutos

Dicas da Semana – a inclusão começa por você 27/05/2022

Dicas da Semana – a inclusão começa por você 27/05/2022

Data

27/05/2022

Tempo de Leitura

5 minutos

Você sabe diferenciar igualdade e equidade?

É comum que nos espaços que discutem Diversidade & Inclusão se faça a diferenciação entre igualdade e equidade, mas, a bem da verdade, nem todos sabem que significam coisas diferentes.

O debate requer a reflexão sobre duas perguntas aparentemente simples sobre esses princípios humanistas: Somos todos iguais? Desfrutamos, de fato, dos mesmos direitos?

O que é igualdade?

A noção de igualdade está relacionada com tratar todas as pessoas da mesma forma e garantir que todos os indivíduos tenham acesso as mesmas oportunidades. 

Portanto, o princípio da igualdade é baseado na premissa de que ninguém deve ter menos chances em razão da forma como nasceu, do lugar de onde vem, das suas crenças e convicções, nem por nenhum outro fator desse tipo.

O que é equidade?

A equidade, por outro lado, reconhece que não somos todos iguais, que nem todos começamos do mesmo lugar e que é preciso ajustar esse “desequiíbrio”. 

A noção de equidade está relacionada a dar às pessoas o que elas precisam, assim, todos tenham acesso às mesmas oportunidades. Isso significa dar mais para quem precisa mais, de forma proporcional e adequada às suas circunstâncias.

Qual é a diferença entre equidade e igualdade?

Embora ambas tenham o objetivo de promover a justiça, é possível perceber que equidade e igualdade têm conceitos distintos e essa diferença precisa ser enfatizada. Enquanto a igualdade busca tratar todos da mesma forma, independentemente da sua necessidade, a equidade trata as pessoas de formas diferentes, levando em consideração o que elas precisam.

Podemos pensar em um exemplo bem simples: se dermos a mesma escada para três pessoas de alturas diferentes, elas não ficarão do mesmo tamanho: a mais alta seguirá mais alta, a de altura média continuará do mesmo jeito e a mais baixa seguirá sendo a menor do trio. Agora, se tivermos três escadas de tamanhos diferentes, podemos distribuí-las de modo que as três pessoas fiquem com alturas equilibradas — a escada maior para a pessoa mais baixa, a média para a do meio e a menor para a mais alta.

Ou, ainda: aplicar em uma sala de aula o princípio da igualdade significa dar a todos os alunos o mesmo nível de apoio; contudo, uma vez que somos todos diferentes, é evidente que alguns necessitam de um auxílio maior do que os outros, e para equilibrar essa balança precisamos da equidade.

Em resumo, podemos dizer que a diferença central entre equidade e igualdade reside no fato de que a primeira reconhece a diversidade e, considerando esses diferentes contextos, aloca os recursos necessários para que todos possam alcançar os mesmos resultados

Lembre-se: a diferença está no detalhe, empatia é fundamental e sempre é tempo de mudarmos nossa forma de pensar e agir.

Aguarde, na próxima sexta-feira, mais uma dica para você.

Conteúdos relacionados

...
12/08/2022
Podcast 710 – Diego Escosteguy: Os desafios do jornalismo na era da economia da atenção 

De uns anos para cá, a imprensa tradicional passou por mudanças significativas, como a...

...
12/08/2022
Dicas da Semana – A inclusão começa por você 12.08.2022

Hoje separamos algumas dicas de livros bem divertidos, que falam sobre diversidade, com uma...

Quer saber mais?

Cadastre-se para receber informações sobre nossos fundos