podcasts

podcasts

Data

10/12/2021

Tempo de Leitura

5 minutos

Podcast 675 – Carlos Vaz: A estratégia da CONTI Capital e o mercado de real estate nos EUA

Podcast 675 – Carlos Vaz: A estratégia da CONTI Capital e o mercado de real estate nos EUA

Data

10/12/2021

Tempo de Leitura

5 minutos

A certa altura do Podcast Rio Bravo #675, Carlos Vaz, CEO e fundador da Conti Capital, afirma que foi no Texas que ele “encontrou sua Minas Gerais”. Embora pareça fortuita, a declaração acima não deve ser desconsiderada. Motivo: este mineiro de Itajubá saiu de Minas Gerais ainda quando cursava direito e se estabeleceu nos Estados Unidos. Na América do Norte, começou a trabalhar com construção civil – primeiro em Boston, quando comprava casas para revender; e depois em Dallas, onde viu a oportunidade de investir em imóveis. Atualmente, a CONTI Capital é uma das empresas líderes em investimentos imobiliários, oferecendo soluções financeiras para adquirir, gerenciar e investir no mercado de real estate nos EUA.

No trecho a seguir, o empresário relata o seu começo nos EUA:

“Eu estudava direito na Universidade de Viçosa e, durante uma greve, fui fazer um estágio fora do Brasil. Não era remunerado, mas decidi ir mesmo assim porque imaginei que seria algo que acrescentaria em meu currículo. Cheguei lá com 300 dólares no bolso e com um aluguel de 350 dólares para pagar. Nessa época, minha rotina começava cedo, quando saía para entregar jornais de madrugada, fazia o estágio pela manhã e trabalhava no restaurante nos finais de semana – e ia para a escola à noite. Sempre que conseguia guardar algum dinheiro, eu investia para fazer outro curso”.

Nessa época, Carlos Vaz revela que percebeu algo muito importante acerca da dinâmica do trabalho: “Profissionalismo não tem nacionalidade. Nós, brasileiros, temos capacidade de competir com quem quer que seja, norte-americanos ou japoneses, desde que sejamos sérios e que busquemos fazer o nosso melhor”.

E é exatamente nesse momento que ele começa a trabalhar com construção civil. E o entrevistado do Podcast Rio Bravo deixa claro que não se tratava de algo glamoroso: “Eu era ajudante de pedreiro, parte [do tempo] trabalhando como ajudante de carpinteiro”. Só que foi a partir deste pouco que surgiu o embrião de algo maior: “Aí que a primeira Conti foi criada, a Conti Construções, na qual fazíamos coisas pequenas, mas houve crescimento pouco a pouco”. Não tardou para aparecer a segunda fase da companhia, a Conti Group, cujo foco era compra, reforma e venda de casas.

Todo esse contexto pertence ao contexto pré-crise de 2008, um divisor de águas no mercado imobiliário dos EUA e que, ainda nesta entrevista ao Podcast Rio Bravo, seria motivo de um comentário mais alentado de Carlos Vaz.

Antes disso, porém, nosso entrevistado destaca as mudanças para a Conti, logo depois de 2008. “Foi aí que começamos a criar a terceira fase da companhia, a Conti Organization. De março de 2008 até hoje, fizemos mais de 14 mil apartamentos. Hoje em dia, são 250 pessoas na companhia e agora vamos para uma nova etapa, da Conti Capital, que faz tanto a parte de crédito quanto a parte de real estate, também”.

Mercado imobiliário nos EUA

Com a pandemia, houve abalo considerável na economia norte-americana, mas Carlos Vaz reforça a resiliência no mercado imobiliário nos Estados Unidos. “O mercado está com uma demanda muito alta por moradia. Estamos vendendo propriedade no Texas até para quem vem do México. Nessa internacionalização de investimentos por busca de yield, os EUA se tornaram muito atraentes”.

A propósito disso, quisemos saber por que o mercado dos EUA permanece interessante para o investidor. O fundador da Conti Capital responde: “Os investidores brasileiros, por exemplo, têm dito que querem ter 20% de sua carteira alocado fora do Brasil”. Neste momento, o mercado norte-americano se impõe sobretudo pela garantia de segurança jurídica. “Os EUA têm uma estrutura legal muito forte de modo que você não vê a Constituição Americana passível de ser alterada amanhã. Essa certeza é muito importante”.

E quando questionado acerca do perigo de uma nova crise no mercado imobiliário, Carlos Vaz ressalta que a fiscalização se tornou mais rígida de 2008 para cá. “Houve muitas mudanças, como a necessidade agora de dar entrada maior na aquisição de imóveis sem mencionar o fator governança, que conta com mais inspeções do que antes”, analisa.

No final do podcast, ao comentar os próximos passos da companhia, Carlos Vaz ressalta: “Estamos reciclando boa parte do capital dos investidores, dando excelente retorno. Vamos comprar mais propriedades e, acima de tudo, queremos atrair os talentos certos. Com a governança adequada, almejamos um futuro cada vez melhor”.

A entrevista completa de Carlos Vaz, co-fundador e CEO da Conti Capital, ao Podcast Rio Bravo está disponível acima.

Conteúdos relacionados

...
05/08/2022
Dicas de Leitura – 05/08/2022

Sexta-feira, 05 de agosto de 2022 A política fiscal devia voltar aos fundamentosNeste artigo do...

...
05/08/2022
Podcast 709 – Matias Fernandez: A estratégia da Karvi e as soluções para o comércio de automóveis

Nos últimos anos, o mercado de carros usados tem estado bastante aquecido. Só que o processo de...

...
05/08/2022
Dicas da Semana – A inclusão começa por você 05.08.2022

Temos datas importantes na luta pela Diversidade e Inclusão para serem celebradas no mês de...

Quer saber mais?

Cadastre-se para receber informações sobre nossos fundos